Diocese de São João da Boa Vista     Caconde - SP

 

Comentário ao Livro: "Memória da Cidade de Caconde" de Adriano Campanhole

Árduos trabalhos, no passado, foram realizados para o regaste da cultura, da história e preservação do patrimônio artístico da cidade de Caconde. Estes trabalhos, muitas vezes, foram realizados por homens que despojados de qualquer retribuição monetária ou de jactância tinham somente por objetivo, a conservação de suas raízes e o manifesto de amor incondicional à sua terra natal, ou à terra que os acolheu gentilmente.

Muitas são as figuras que no decorrer de dois séculos, surgiram com tais motivações e conseguiram arquivar a memória dos fatos históricos locais. Dentre elas, as que mais se destacaram foram a do irrequieto Comendador José Umbelino Fernandes Júnior, que nos legou a “Poliantéia” de 1924 (primeiro trabalho de pesquisa histórica sobre Caconde); e, a do incansável jornalista Adriano Campanhole, que com vários trabalhos de pesquisas e a publicação do livro “Memória da Cidade de Caconde” compôs a “suma” da história de Caconde. Não podemos deixar aqui, de fazer também menção àqueles que anonimamente através dos tempos, fizeram suas contribuições pessoais.

 

A história de Caconde é também a história da Paróquia Santuário Imaculada Conceição. Uma e outra surgiram ao mesmo tempo, ao redor da busca do ouro, da expansão da Fé e da Religião Católica, do sonho de riquezas, do desbravamento do Estado de São Paulo e da garantia da posse de suas divisas. Portanto, é também nosso o dever de resgatar e preservar a história local. A respeito disso, disse o velho Comendador Umbelino e mais tarde Adriano Campanhole confirmou "que um povo sem memória é um povo fadado a perder a própria alma".

Nesse intuito, com a autorização da família de Adriano Campanhole empreendemos um trabalho de reedição integral computadorizada do livro, para que pudéssemos dispô-lo em nosso site, e assim, facilitar o conhecimento dos cacondenses sobre a preciosidade de informações históricas contidas nesta obra e, sobretudo, as pesquisas dos nossos jovens estudantes. 

Trabalho semelhante a este, já foi realizado com vários jornais antigos, documentos, fotografias e com a primeira Resenha Histórica sobre Caconde publicada por ocasião do Centenário de fundação da cidade e de sua Primeira Missa. Esperamos atingir o nosso objetivo: o de despertar no coração do nosso povo o anseio de conhecer melhor sua gênese e o de situar-se no tempo e na história.

 

 

Sem. Ricardo Ramos.

 

voltar